segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

HIPOCRISIA

Se soltasses seus desejos mais infames,
Que nem sempre, bem sei, você contém.
Se exercesse as vontades ignóbeis,
Que esconde como a um filho monstruoso,
Num esforço sem medida e sobre-humano...

Se deixasse voar livre os maus instintos,
Se tornando ser nefasto, pavoroso
E se abrisse sua caixa de maldades
De egoísmo, de vilezas e ganâncias,
Tudo isto, se somado, não teria
O tamanho dessa sua hipocrisia.

2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário